• Folclorista.

  • Socióloga.

  • Mantenedora do Museu do Folclore de São José dos Campos. 

Angela Savastano

    Nascida em Campo Grande, subúrbio do Rio de Janeiro, mudou-se com a família para São José dos Campos em 1945, quando sua mãe resolveu acompanhar o irmão tuberculoso para a cidade sanatorial.

    Angela se encantou por São José dos Campos, cidade na qual construiu sua vida e encontrou a sua vocação: ser uma estudiosa da cultura popular.

    Casou-se muito cedo e, por isso, precisou abandonar os estudos. Seu marido era médico em uma cidade de tuberculosos, ou seja, muito conhecido por todos. Com a chegada de seus filhos, a última coisa para que teria tempo seria retornar aos estudos.

    Depois de criar os filhos, sua sede por conhecimento era tanta que  retornar à faculdade foi inevitável. Fez aulas particulares e cursou a Escola de Belas Artes de São José dos Campos. Em seguida, passou no vestibular em Ciências Sociais e, durante a faculdade, conheceu Sr. Alceu de Araújo, professor que mostrou à Angela a importância da cultura popular e do folclore, temas que a nortearam em toda sua vida profissional. 

Fase Sanatorial de São José

 
Voltar ao Topo da Página
Voltar ao Topo da Página
Voltar ao Topo da Página

    Na primeira metade do século XX, o Brasil sofreu com uma epidemia de tuberculose, antigamente mais conhecida como "peste branca". Nessa época, São José dos Campos começou  a receber inúmeros contaminados junto com suas famílias, pois acreditava-se que o clima frio da cidade traria benefícios aos doentes. 
    Com a chegada desses novos moradores, foram construídos diversos sanatórios para abrigar e tratar os doentes, enquanto o governo de São José dos Campos passou a investir na melhoria da infraestrutura da cidade.

Identidade

 
Voltar ao Topo da Página
Voltar ao Topo da Página
Voltar ao Topo da Página

Folclore e Sincretismo

 
Voltar ao Topo da Página
Voltar ao Topo da Página
Voltar ao Topo da Página

   A Fundação Cultural Cassiano Ricardo, fundada em 1986, é um centro incentivador da cultura em São José dos Campos. Dentre os seus colaboradores estava Angela Savastano, que depois de formada em Ciências Sociais, foi chamada para fazer parte da Comisssão de Folclore da FCCR, tornando-se uma grande influência no cenário cultural joseense.  Angela Savastano foi, também, uma das fundadoras do Centro de Estudos da Cultura Popular (CECP), grupo responsável pela criação do Museu do Folclore de São José dos Campos.

Cidadania

 
Voltar ao Topo da Página
Voltar ao Topo da Página
Voltar ao Topo da Página

Mitos do vale

 
Voltar ao Topo da Página
Voltar ao Topo da Página
Voltar ao Topo da Página

Fotos durante a entrevista