Fabio FLIM 2019.png

Gabriel Alves da Silva Júnior

    Texto do Gabriel aqui.

 

  • Advogado e engenheiro

  • Servidor público municipal

  • Militante de movimentos sociais

Campos do Jordão

 

    Campos do Jordão é o município mais alto do Brasil – a 1.628 m de altitude -  situado na Serra da Mantiqueira.
       A região de Campos foi desbravada em meados do século XVIII, por Inácio Caetano Vieira de Carvalho e, na época, chamava-se Fazenda do Bom Sucesso. Posteriormente, a fazenda acabou sendo hipotecada ao Brigadeiro Manoel Rodrigues Jordão, conhecido como Coronel Jordão, dando origem ao nome da cidade.
      No início do século XX, Campos do Jordão tornou-se um centro de auxílio do tratamento de tuberculose devido ao seu clima, o que trouxe as famílias dos enfermos e estimulou a hotelaria da cidade.

A Chegada

 

    Em 1970, o Palácio Boa Vista abria suas portas para a realização dos primeiros Concertos de Inverno, evento que deu origem ao Festival de Inverno de Campos do Jordão. Na época, o recém reformado palácio de veraneio do governo do estado de São Paulo recebeu, dos dias 24 de julho a 1 de agosto, uma série de apresentações de música clássica. Em 1973 foram criadas as tradicionais oficinas do festival, que acontecem até hoje.

O vale do Paraíba

 

     Campos do Jordão possui uma das vertentes mais altas do rio Prata, o rio Capivari, que antigamente era um belíssimo ponto turístico de Campos do Jordão. Porém, hoje em dia, suas águas foram contaminadas pela poluição.

   A cidade de Campos do Jordão, mesmo estando fora das margens do rio Paraíba, tem grande importância para toda região do Vale.

    A região do Vale é cortada pela mais importante rodovia do Brasil, a Via Dutra, fundada em 1951 pelo presidente da República Eurico Gaspar Dutra. Essa rodovia liga os dois principais polos industriais brasileiros, as cidades do Rio de Janeiro e de São Paulo. Em 1996, a via Dutra, foi concedida à NovaDutra, para a melhoria de seus serviços.

Fotos durante a entrevista

Josef Yaari

Josef Yaari

Josef Yaari

Josef Yaari

Josef Yaari

Josef Yaari

Josef Yaari

Josef Yaari

Josef Yaari

Josef Yaari

Josef Yaari

Josef Yaari

Josef Yaari

Josef Yaari

Josef Yaari

Josef Yaari

Josef Yaari

Josef Yaari

Josef Yaari

Josef Yaari

Josef Yaari

Josef Yaari

Josef Yaari

Josef Yaari

Josef Yaari

Josef Yaari