• Mestre de Moçambique

  • Mestre da Cultura Viva de Jacareí

Seu Nego

     Esmael de Moraes, mais conhecido como Mestre Seu Nêgo, nasceu em 07 de setembro de 1948, na cidade de Jacareí.

     Neto de escravo, Esmael aprendeu a cultura do Moçambique desde pequeno. Quando tinha 2 anos de idade ficou muito doente, por isso sua mãe fez uma promessa: se ficasse curado, seria oferecido como afilhado a São Benedito. Dito e feito! Já saudável, aos 6 anos de idade, Esmael começou a dançar no grupo de Moçambique de seu avô. Desde então Esmael nunca mais deixou o Moçambique.

     Quando criança trabalhava na roça, junto aos seus 21 irmãos, para ajudar no sustento da família. Como ele mesmo conta: “a vida nunca foi fácil”. Viveu em algumas cidades da região e, em cada uma delas, buscava grupos de Moçambique ou de outras manifestações da tradição popular para frequentar. Conta que conhece um tanto de Congo, Congada, Catira, Folia de Reis.

     Esmael, agora Mestre de Moçambique, luta para preservar a tradição que aprendeu com a sua família, ensinando a quem quiser aprender. Seu Nêgo tem uma queixa: quase nunca recebe ajuda de órgãos públicos em suas atividades educativas. Muitas vezes tem que colocar dinheiro do seu bolso para que seus alunos tenham as roupas próprias de seu grupo de Moçambique; outras tantas vezes tem que pagar pelo transporte de seu grupo para apresentações em outras cidades.

     Uma pergunta do Linhas do Vale para o Mestre: “Como poderemos manter o Moçambique e outras tradições vivas hoje?”. E a resposta do Seu Nêgo: “Fé, coragem e luta!”

     Quer saber mais? Acesse: https://goo.gl/NhYyzB

A Cultura do Moçambique no Vale do Paraíba

 

Moçambique e Significados

 

A Criança e a Preservação da Cultura Moçambique 

 

Fotos durante a entrevista